Suposições… E só minha verdade existe.

Fazendo algumas suposições rápidas:

Suponha que eu compre uma barra de chocolate. Essa tal barra de chocolate com a qual eu iria me deliciar, está mofada. Tudo certinho, dentro da validade, na embalagem, mas mofada… E quando eu abro a embalagem com uma baita fome, ou vontade de comer o tal chocolate, que seja, descubro o mofo, oras, há suposições possíveis aqui, posso comprar outra barra de chocolate em algum lugar, caso tenha algum dinheiro sobrando, ou esperar para comer algo que me apeteça depois (ou não), com alguma paciência e alguma raiva.

Seria lógico então que, caso andando pela rua uma outra vez, não comprasse o chocolate no mesmo lugar, ou evitasse comprar aquela marca de chocolate. Seria mesmo lógico que eu diria a conhecidos, nas situações pertinentes, que não comprassem seus chocolates naquela loja, e que tambem não comprassem determinada marca.

Bem, agora imaginando que não seja um chocolate, e sim algo de maior valor pecuniário, é aumentada a possibilidade de eu ficar com fome, certamente a depender de meus gostos, com mais ou menos paciência, e mais ou menos raiva, também dependendo do valor.

Pois se isso acontece com um carro, a minha fome será uma certeza, tendo em vista que não tenho dinheiro pra comprar nem um carro, quem dirá dois. Então se eu vou comprar um carro, e descubro ao tirá-lo da embalagem que o mesmo está mofado, pronto, fiquei sem o carro. Pois bem, vou eu dizer que não comprem naquela loja, ou avisar aos outros que não comprem carros de determinada marca. E tudo bem não? Não!

Isso está acontecendo com uma pessoa que comprou um tal carro, de determinada marca (Wolkswagen). Tal pessoa fez um site para demonstrar sua insatisfação com a situação de seu carro zero. Digo tal pessoa, porque não é divulgado no site que ela fez, o seu nome, mesmo que com relativa facilidade se encontre essa informação na internet mesmo.

Pois bem, tal pessoa relata no site todos os problemas que existiram com o carro (com as ordens de serviço), o tratamento que obteve antes de comprar o carro, e principalmente depois que o comprou. O site é volksnuncamais.com.br. Ele está sendo demandado na justiça por expor a empresa, enfim, todo o blá blá blá que já se sabe nesses casos, a Wolks quer que ele pague R$ 50.000,00 por ele contar a um número grande de pessoas tudo que aconteceu com ele.

Em lugar de procurar resolver o problema de um único cliente, prefere coagí-lo a pensar que os problemas em seu carro zero quilometro são seus e somente seus, de mais ninguem. Esse mesmo tipo de atitude aconteceu com o “Boteco São Bento“, esse bar/restaurante ou o que seja, recebeu uma crítica ruin de um site, e tambem procurou calar o site com um processo, a reação? Dos próprios blogs: Contraditorium (o mesmo que fez a denúncia inicial contra Efraim Moraes no caso dos banners do senado).

Esse e outros tantos blogs publicaram a notícia, fazendo com que o efeito onda superasse o efeito grana, pois logicamente o dono do tal estabelecimento não vai pesquisar e processar todos os blogs. Uma notícia que passaria despercebida, ganhou força e pelo menos para mim, o boteco são bento, tem a fama que merece.

Acho importante disseminar tal fato, para expor a empresa, e mostrar que os tempos são outros, vão arrumar outra forma de “calar bocas”, até lá, todos juntos somos fortes, somos flecha e somos arco. Todos nós no mesmo barco. Não há nada pra temer. Pode parecer viagem, mas toda viagem, espero eu, vai a algum lugar.

One thought on “Suposições… E só minha verdade existe.

  1. Severiano,

    Não sei como ficou sabendo da minha história, mas MUITO obrigado pelo apoio, parabéns pelo texto, nos próximos dias estarei divulgando no site, o apoio que estou recebendo, muitas pessoas no Twitter estão preparadas para ajudar a divulgar meu caso, preciso de toda ajuda possivel.

    Mais uma vez Obrigado,

    Afonso F.

Comments are closed.