Pra não dizer que não falei das flores.

São João vai, São João vem… E enquanto isso, Florianópolis recebeu o 14º FAM (Forum AudioVisual do Mercosul).

Um festival com direito a exibição de filmes, curtas, e conversas com os realizadores dos filmes. Enfim, um evento cultural muito bacana. Eu não tenho nada contra a “nossa” cultura, ou o nosso São João, gosto bastante inclusive. Mas infelizmente de cultural já não há muita coisa na festa promovida no Parque do Povo, na verdade, não há faz muito tempo.

Ano passado, conversando com uma amiga espanhola que queria trabalhar no Brasil, fiz o convite para ela conhecer o Nordeste antes de decidir-se. A resposta foi clara, e melhor impossível, posso ir conhecer, mas para trabalhar prefiro a região Sul, é mais parecido com aqui, o Nordeste me parece um tanto subdesenvolvido. Em outra conversa o desfecho foi fatal, seria algo assim como o Marrocos, só que sem uma Espanha ao lado…

Uma pena, porque arte existe, até melhor incluso, mas nos é oferecido Gaviões do Forró, e Calcinhas de todas as cores durante trinta dias, sob o argumento de tomar “cachaça”, oras, “cachaça” eu tomo o ano todo, escutando música MUITO melhor…