O Ipod, que virou Iphone, que virou Ipad…

Em 1979, o inglês Kane Kramer inventava um aparelho revolucinário, um Digital Audio Player. O aparelho tinha capacidade de armazenar 8 megabytes e tocar aproximadamente 3,5 minutos de música. Engraçado que nesse mesmo ano, também foi inventado, pela Sony diga-se de passagem, um outro aparelho, similar, mas maior e mais pesado, o Walkman. É claro que não vou fazer aqui comparações estapafúrdias, visores LCD, mesmo pequenos eram bem mais caros do que são hoje, sem falar que não havia memória flash, o inglês usou bubble memory no seu aparelhinho (uma promessa dos anos 70, mas que se tornou inviável comercialmente nos anos 80 com a queda dos preços dos HD’s como hoje conhecemos). A título de curiosidade, o Sr. Kramer até bem pouco tempo atrás estava falido, pois em 1988 por falta de dinheiro pra renovação, ele perdeu as patentes de seu aparelho, e agora a situação continuaria a mesma, não fosse uma empresa malandra requerer direitos sobre a invenção do Ipod, e a Apple ter de “comprar” o apoio do até então ilustre inventor desconhecido. Ai tem uns desenhos de protótipos dele, e o que seria depois o Ipod, é notável a semelhança, não somente com o Ipod, mas com todos os aparelhos da categoria.

Digital Audio Player -> Ipod
Digital Audio Player -> Ipod
Iphone
Iphone

O primeiro modelo de Ipod saiu em 2002, 14 anos depois que a patente foi perdida. Apesar do preço, exorbitante para a maioria das pessoas, o aparelho dominou o mercado e assim tem sido, desde seu lançamento, até que um dia… Chega o Iphone, que seria o então telefone celular da Apple, o Iphone seguiu o mesmo caminho do Ipod, e num seguimento onde a Apple não tinha mercado, seja o de telefones de luxo (quem compra para fazer chamadas apenas), seja no de smartphones (quem usa pra trabalhar, divertir-se, ou ainda usar uma série de utilidades sem as quais passava muito bem antes), certo é que o tal Iphone também deu um susto na concorrência e está ai com sua fatia de mercado dominada. O aparelho é realmente bom, saber a hora em que passará um ônibus ou metrô na parada, e se dirigir até ela 10 minutos antes de ele passar é ótimo, entre outras funcionalidades bacanas. Numa viagem serve como GPS com acesso a transporte público. Mas claro, infelizmente aqui em pindorama, ter um troço desses já seria perigoso por si só, para usar em transportes públicos então… Enfim…

Eis que, nesse meio tempo em que os telefones celulares agregaram funcionalidades, e os computadores diminuíram de tamanho, surgiu um aparelho novo, chamado netbook, bom, o netbook ganhou bastante mercado de notebooks e computadores de mesa, esses últimos já ficando bem vovôs. Acredito eu, por serem mais baratos (também tem hardware mais simples), e mais portáteis que os próprios notebooks. Eis que a Apple, como sempre, surge com um aparelho “diferente”, o Ipad. Ora, o Ipad é um Iphone que não faz ligações (ou um Ipod Touch), que cresceu demais. E ele cresceu para concorrer com os netbooks sem dúvidas, o futuro vai dizer se com êxito ou não, no primeiro momento fez mais barulho que vendas, mas se depender dos irmãos mais velhos, tem tudo pra triunfar, eu não o vejo com bons olhos, mas sem dúvida alguma, o Sr. Steve Jobs tem mais aptidão pro negócio do que eu… Alguem dúvida?

Ipad
Ipad – o novo tablet PC da Apple