Eu prefiro viver dez anos a mil do que mil anos a dez.

Aproveitando que escrevi sobre o britânico que criou o Digital Audio Player, vou falar de outro, que pelo visto gostava muito de Lobão! Lobão sempre foi um cara bem polêmico, não só pelas músicas, tanto mais pelo estilo de vida… Do pouco que me lembro das notícias televisionadas quando era mais novo. No frigir dos ovos, acaba que eu gosto bastante de suas músicas. Há uma música dele, “Decadence Avec Elegance“, que contém uma estrofe bem emblemática:

Michael Carroll no começo e no final de seus dez anos a mil.
Michael Carroll no começo e no final de seus dez anos a mil.

“E no final da madrugada perambulando pelos bordéis
Decadence – é melhor viver
dez anos a mil,
do que mil anos a dez”

Pois muito bem, o outro inglês, Michael Carroll, ganhou em dezembro de 2002 na loteria daquele país £9.7 milhões de libras, uma fortuna. Eis que, contrariando todos os economistas de plantão, o então garoto Michael Carroll com 19 anos, resolveu gastar sua fortuna como melhor lhe aprouvesse, drogas, jogatina e prostitutas. Hoje com 27 anos Michael vive com a ajuda paga pelo governo aqueles que procuram emprego, de £43 semanais, e virou tema de livro: “Careful What You Wish for: The Story of Michael Carroll’s Lottery Win“, na tradução ao pé da letra, “Cuidado com o que deseja: A história de como Michael Carroll ganhou a loteria”. Ademais do livro trazer, pelo menos no título  o intuito de reprovação (“Cuidado com o que deseja”) do autor, e do protagonista ter apenas 19 anos quando do início de suas ações, logo menos juízo que o necessário para defendê-las, ele dançou perfeitamente conforme a música, hoje já acho que ele poderia dançar por bem mais tempo, caso tivesse mais preparo, mas ai não seria a história dele… De toda forma, fica a música de Lobão, que é boa pra caramba!